Designação do projeto | Praddy - Reforço da vocação e capacidade exportadora

Código do projeto | Proj. 20860

Objetivo principal| OT 3 - Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas

Região de intervenção | Norte

Entidade beneficiária | Praddy, Lda.



Data de aprovação | 02-07-2017

Data de início | 30-05-2016
Data de conclusão | 29-05-2019 (previsão)

Custo total elegível | 238.433,15

Apoio financeiro da União Europeia | FEDER – 107.294,92 EUR

Apoio financeiro público nacional/regional | Não-Aplicável



Objetivos, atividades e
resultados esperados/atingidos

Com o presente projeto de internacionalização a empresa visa uma estratégia de crescimento através da entrada em 7 novos países a fim de capitalizar as suas vantagens competitivas e afirmar-se junto dos clientes mais exigentes mas com maior poder de compra. Para além disso, entre outros, a empresa tem os seguintes objetivos: Atingir um volume de exportação direta superior a 40% do total; Conseguir um nível de internacionalização que abranja pelo menos 8 países diferentes; Criar e lançar uma nova marca para os mercados internacionais.

O projeto prevê desenvolver atividades como por exemplo: Exposição em feiras internacionais do setor; Ações de prospeção aos mercados alvos e visitas a potenciais clientes; Plano de Marketing Internacional; Desenvolvimento de novas coleções para os mercados internacionais; Contratação de um quadro técnico altamente qualificado para a gestão comercial e de marketing internacional.



INOVAÇÃO PRODUTIVA:
Aviso: 12/SI/2016
Designação do projeto: INOVAÇÃO PRODUTIVA
Código do projeto: 23802
Objetivo principal: Reforçar a competitividade das PME
Região de intervenção: Norte
Entidade beneficiária: PRADDY Unipessoal, Lda.
Data de aprovação: 2017-06-13
Data de início: 2016-10-01
Data de conclusão: 2018-09-30
Custo total elegível: 108.500€
FEDER Reembolsável – 65.100€

Objetivos e resultados:
O objetivo estratégico da Praddy, para o horizonte 2020, consiste no crescimento contínuo da atividade o qual
deverá ser primordialmente conseguido por via das exportações diretas. Em concreto pretende-se aumentar a taxa de penetração nos mercados atuais (alargando a base de clientes em cada país e aumentando o volume e o valor das transações) e entrar - de forma sustentada e sustentável - em novos destinos geográficos.